Saúde financeira na crise: o que fazer para superar as dificuldades na sua empresa

Você saberia dizer se sua empresa está mantendo a saúde financeira na crise? Antes de responder, é importante que você pense nestas duas perguntas:

Você sabe quanto sua empresa tem em caixa neste momento?

O caixa da sua empresa é suficiente para suportar quanto tempo sem venda?

E-book gratuito Finanças na Pandemia

Conheça as principais estratégias para que sua empresa passe por esse momento de crise e continue gerando lucro. Clique aqui para baixar.

Se você não sabe responder a uma das questões acima, sua empresa está correndo um sério risco de fechar as portas em pouco tempo.

Com a crise gerada pela Covid-19, o primeiro passo é planejar e organizar as contas. Isso vai ajudar no próximo passo, que é fazer uma previsão do que pode acontecer nos próximos meses.

As pequenas e médias empresas serão fortemente impactadas pelo período de combate ao coronavírus, especialmente devido ao fechamento do comércio, muitas empresas não tem reservas para cumprir com as obrigações financeiras.

Devemos lembrar que a pandemia atinge as empresas num momento em que elas ainda estão se recuperando da crise econômica que começou em 2015/2016.

Não tomar decisões precipitadas é muito importante nessas horas, pois decisões erradas podem elevar o custo e impedir a recuperação do faturamento quando a crise acabar. O melhor é analisar a real situação da sua empresa.

Diante deste cenário, será difícil as empresas se manterem imunes aos efeitos macroeconômicos, mas pode ser uma oportunidade para crescer e sair mais forte da crise.

E o que fazer para não ser engolido pela pandemia? É o que você vai conferir neste artigo.

Leia também: Conheça a Contabilidade Consultiva e o impacto no seu negócio

9 estratégias eficazes que podem manter a saúde financeira da sua empresa durante a crise:

Em períodos como este que estamos vivendo, é essencial usar a criatividade para olhar para saídas alternativas e trabalhar ideias inovadoras que ajudem a manter seu negócio no jogo. Mas além disso, é necessário também olhar mais de perto para os setores da sua empresa e ver o que pode ser melhorado, otimizados e quais gastos podem ser estancados. Confira as dicas a seguir:

Vendas Digitais

Se sua empresa ainda não tem um site, você pode se reinventar e atender pelos whatsapp, redes sociais.

Lembre-se de que as pessoas estão em casa, mas continuam consumindo. Está aí uma boa oportunidade para apresentar seu produto ou serviço e se diferenciar no mercado.

Sem poder frequentar shoppings e centros comerciais, os consumidores estão se voltando para as compras online, principalmente quando estamos falando de itens de primeira necessidade, como produtos de higiene e alimentos.

Crie novas formas de entrega

Para aumentar o faturamento é importante que o empreendedor possa oferecer aos clientes uma entrega no conforto da sua casa. Sem poder sair, as pessoas estão preferindo as empresas que façam delivery.

Gerencie seu estoque

Busque fazer estratégias como promoções ou aplicar um bom desconto para vender o estoque que está parado. Lembre-se: só tenha em estoque o necessário, pois estoque parado significa dinheiro parado.

Trabalhe com redução de gastos 

Este é o momento para se reinventar e reduzir custos agora é muito importante. Evite fazer despesas que não sejam extremamente necessárias. O momento é de instabilidade e não há previsão de quando tudo será normalizado.

Tenha capital de giro 

Se a empresa possuir capital de giro, terá uma tranquilidade para passar um período de baixa de faturamento.

A liquidez é importante para passar este período de crise. É importante fazer projeção de caixa para programar, se for o caso, captação de recursos com antecedência.

Negocie com seus parceiros

Procure negociar com fornecedores e bancos se for o caso de o caixa não conseguir comportar os pagamentos dos próximos meses, simulando um cenário mais pessimista de faturamento. Busque o melhor prazo possível para não ficar com o caixa zerado.

Negocie com seu cliente

Manter o cliente em casa é mais fácil que adquirir outro. Busque formas de engajar com seus clientes ativos para mantê-los vivos, pois quando a demanda voltar, elas voltarão a comprar com você e não com o concorrente.

Esteja bem informado

Busque estar informado das medidas que o governo vem anunciando para as apoiar as empresas com recursos, prorrogação de prazos de impostos, bem com outras.

Por exemplo, o pacote apresentado com o adiamento no recolhimento do imposto do Simples Nacional, pelo período de três meses é algo importante e que pode fazer diferença.

Também fique atento à linhas de crédito que o governo pode liberar para apoiar micro e pequenos negócios.

Tenha um software de gestão

A adoção de um software na nuvem aos negócios é o diferencial competitivo que a sua empresa precisa diante de um mercado cada vez mais saturado e volátil.

Sendo assim, não deixe de contar com essa tecnologia no seu negócio! Principalmente no momento atual, onde você e seus funcionários não podem estar na empresa e precisam trabalhar de casa, à distância.

Com um software você terá ajuda, por exemplo, no controle das dívidas a serem pagas, controle dos recebimentos, pagamento de salários, controle da inadimplência, ou seja, você fará um investimento que vai trazer agilidade, organização e garantir que a sua operação não pare.

Como o fluxo de caixa pode te ajudar neste momento?

O fluxo de caixa é uma das principais ferramentas a ser acompanhada independentemente do porte da empresa.

Ele vai te ajudar e enxergar a real situação da sua empresa e é um instrumento que te auxilia na gestão, pois é possível fazer um planejamento e controle das entradas e saídas durante um período.

Com a utilização do fluxo de caixa, é possível avaliar o saldo disponível e identificar qual período vai ter necessidade de capital de giro.

Você vai saber quais são as contas a receber e a pagar, conforme compromissos já assumidos ou previstos para próximos períodos;

Se o saldo for negativo em algum dos períodos futuros, avalie possibilidade de renegociação de prazos ou formas de aporte de capital de giro, evitando que a empresa não tenha condições de honrar com seus compromissos, ou seja, fique sem liquidez.

Para garantir a sobrevivência da empresa e que haja lucros, é preciso saber dividir entre as finanças pessoais e as do seu negócio. Se começar a tirar dinheiro descontroladamente do caixa para compras pessoais, as operações da empresa serão afetadas.

As empresas sempre passam por períodos desafiadores, seja por problemas de administração, seja por crise ou diversos outros motivos. Diante delas, o gestor precisa ser corajoso para tomar as medidas necessárias para salvar seu negócio e equilibrar as finanças.

O primeiro passo a ser dado para garantir a saúde financeira da crise e sua empresa sair fortalecida é não se desesperar nesses períodos, mas encará-los como uma oportunidade.

É essa a hora de mostrar a capacidade de se reinventar, a criatividade para inovar e o equilíbrio necessário para não balançar diante das dificuldades.

Tome medidas que proporcionem um equilíbrio nas contas, mas que não prejudique o ponto estratégico do seu negócio.

Para finalizar, ressaltamos que toda atenção é pouca nesse período de pandemia, mas que também é importante não se desesperar e manter a calma. Então, não perca tempo e faça os ajustes necessários para manter seu negócio no rumo certo.

Gostou deste artigo? Quer mais conteúdo para manter-se informado sobre o mundo financeiro? Então, siga-nos no Facebook, Instagram, Linkedin e Twitter e acompanhe todos os nossos posts!

A Contabilidade Dias é um escritório de contabilidade em Belo Horizonte que oferece um atendimento personalizado aos clientes, através da sua capacitada equipe técnica multidisciplinar.

Agende uma consultoria agora mesmo, ligue (031) 3271-5531 ou chame a gente no Whatsapp clicando aqui.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *